Artigo escrito emjunho 2016

As lojas de departamento em Paris vão abrir aos domingos

Fazer compras em Paris no domingo, ja é uma realidade.

Aconteceu a novidade esperada por milhares de turistas que visitam Paris todo ano: a abertura das grandes lojas de departamento aos domingos.
E começou pelo Bazzar Hotel de Ville (BHV), no Marais, que já está abrindo aos domingos; em seguida, serão as Galeries Lafayette, que já começaram a negociação junto com o Printemps e o Le Bon Marché. Tudo indica que, até o fim do ano, todas essas lojas de departamentos estarão abertas aos domingos – o que facilita muito a vida de quem mora e trabalha toda a semana, e a dos turistas, que terão mais tempo para os passeios durante a semana.
A batalha não foi fácil porque vários sindicatos franceses são contra; mas a crise e a demanda falaram mais forte.

Este artigo e vários outros na minha coluna desta semana sobre Paris no site:

 

http://lulacerda.ig.com.br/categoria/variedades-direto-de-paris/

 

Paris fashion week masculina verão 2017

Um resumo em imagens do que foi desfilado nesta senama de moda masculina parisiense verão /17. Algumas tendências dos desfiles do primeiro dia (post anterior), se confirmaram ao longo da semana como: o total look jeans, o camuflado, cor muita cor , ricos detalhes e alguns volumes.

Boas surpresas como a explosão de cores e o hand made do grandioso desfile da Balmain, a nova cartela de cores mais ousada da Hermès, os looks safari da Louis Vuitton, os volumes inusitados no Rick Owens, a nova cartela de cores e estampas Issey Miyake, os looks urbanos de Christian Dada, as novas assimetrias chez Margiela, as superposições  e os  tons claros chez Yamamoto, a mistura poética de estampas que sempre funciona chez Dries Van Noten, o clima militar chic da Givenchy, e as novas silhuetas chez Dior Homme.

E claro os acessórios, as bolsas e mochilas estavam bacanérrimas!

Fotos desfiles, Dior, Givenchy,Issey Miyake, Dries Van Noten, Christian Dada assinadas  Gerson Lírio.

 

Os looks femininos desfilados nesta fashion week masculina no parismechama.com

Paris Men’s fashion week primeiros desfiles

Começou a semana de moda masculina em Paris, os primeiros  desfiles deram um pouco do clima do homem verão/17.

Chez Balenciaga, o diretor artístico da maison Gemma Dvasalia provou mais uma vez sua fascinação pela arquitetura da roupa, com um desfile surpreendente em  volumes, ombros enormes e calças altas e larguíssimas. O impácto causado pelos desfiles de M. Dvasalia lembra muito Margiela no início.

Chez Haider Ackermann o verão/17 vai ser elegante,moderno, colorido com tecidos nobres, sedas pintadas e claro as famosas calças justérrimas franzidas entre as pernas, que já se tornaram famosas em suas coleções.

Y-Project – O desfile como era de se esperar foi super moderno, com vários volumes interessantes e amarrasões nos casacos com abertura nas costas, cores claras, calças bem altas. Tudo dentro desta tendência meia exagerada nas formas do novo guarda roupa masculino.

Walter Van Beirendonck –  Fiel a seu estilo e universo  avangardista este desfile verão/17  não foi diferente, com o trabalho rico em detalhes, muito colorido, com fitas, bordados e estampas, uma irreverência chic.

Valentino – Os diretores criativos da maison  Maria Grazia Chiuri e Pierpaolo Piccioli, apostaram em um homem urbano chic, que adora jaquetas e casacos camuflados, total look jeans, couro e muito preto. Uma linda coleção comercial.

Fotos desfiles Y-Project e Walter Beirendonck de Gerson Lirio.

 

O livro ” La Légende de Rio” em Paris

Mais um livro com imagens lindas do Rio de Janeiro para sua coleção!

O livro só será lançado em Paris, dia 04 de julho, durante a semana da Haute Couture, mas a imprensa francesa já está falando e são só elogios a“In The Spirit of Rio” em francês ” La Légende de Rio”, do jornalista Bruno Astuto. Um Rio contado com propriedade e entusiasmo, mostrando o que sempre houve de melhor na cidade, o glamour, suas festas memoráveis, o futebol e a alegria de viver do carioca. Imagens vibrantes vindas de diversos arquivos celebram uma cidade dinâmica e maravilhosa. Com prefácio do escritor Paulo Coelho, o livro é também um ótimo guia em termos de hotéis, restaurantes e galerias de arte. A obra faz parte da série “In Spirit of”, das edições Assouline. Bravo Bruno!

Este artigo e outros sobre Paris na minha coluna desta semana no site:

http://lulacerda.ig.com.br/categoria/variedades-direto-de-paris/

Os lindos Hoteis Particulier de Paris

Hotel Particulier em Paris, são grandes maisons com vários andares, residência de nobres e ricos burgueses, que marcaram uma época de abundância social e depois de algum tempo uns desapareceram e outros foram transformados em museu, biblioteca.

 

Hotel Carnavalet, Musée Carnavalet

O museu Carnavalet que consacra suas obras à historia de Paris merece bem o título de Hotel Particulier por seu interior com belas galerias, moulures, e seu lindo jardim.

23, Rue de Sévigné – 75003 – Paris

 

Hotel d’Angoulême Lamoignon, Bibliothèque historique de la ville de Paris

Este hotel particulier com estilo Renascentista inspira a leitura e conhecimento, é hoje a biblioteca histórica da cidade de Paris, aberta ao público… Uma chance para os olhos e a cultura pessoal.

24, Rue Pavée – 75004 – Paris

 

Hotel d’Asie, Archives Nationales,

Os arquivos nacionais é a memória coletiva estocada em um só endereço em Paris, um lindo hotel particulier construido em 1371 e 1859.

60, Rue des Francs-Bougeois – 75003 – Paris

 

Hotel Moïse de Comondo, Musée Nissim-de-Comando

Este hotel particulier não muito conhecido ao lado do parc Monceau e um jóia do mobiliario e objetos de arte do século XVIII , seus antigos proprietários partiram no início do século XIX, deixando todo o mobiliario de época e as obras de arte.

61 bis, 63 Rue de Monceau – 75008 – Paris

Hotel Salé Musée Picasso

Depois que terminou a reforma do Hotel Particulier onde fica o museu Picasso, pode-se admirar ainda mais sua beleza, e as obras do grande artista. No teto um terraço super simpático para tomar um drink.

Hôtel Païva

Hotel Païva

Antes de ter as grandes lojas que ocupam toda a avenida, a  Avenue Champs Elysées,  era conhecida por seus lindos e impossantes hoteis particuliers. Um dos poucos que existe ainda  é o impressionante Hotel Païva (1856) um endereço de debouche sexual, onde a festa era garantida. Decoração de época com  esculturas e pinturas de mulheres nuas.

25, Avenue des Champs-Elysées – 75008 – Paris

 

Ônibus de luxo, restaurante parisiense

Paris como cenario, cozinha gastronomica, teto de vidro, bem vindo ao Bustronome!
E a nova tendência entre os parisienses e os turistas na cidade luz, depois do Bateaux Mouche o ônibus restaurante.
Um jantar insólito dentro de um ônibus de luxo, imperial; com o melhor da cozinha gastronômica francesa, e com os monumetos de Paris a sua volta.
Ótima idéia para aqueles que não querem perder tempo em jantares longos e demorados e querem ao mesmo tempo aproveitar da paissagem maravilhosa da cidade.
Dica para seu próximo jantar romântico, ou para comemorar com seus amigos na sua próxima vinda a Paris!
Bustronome
2, Avenue Kléber – 75016 – Paris

As bolsas mais famosas do mundo

Objeto de desejo feminino, a bolsa, it bag, ou Sac em francês sempre teve um lugar privilegiado na moda e no guarda-roupa feminino, símbolo de chic e conforto para algumas,  de status imediato para outras, sempre fascinou mulheres do mundo todo.

Algumas destas  bolsas tiveram um sucesso surpreendente desde que foram criadas, se tornando verdadeiros ícones fashion, dando ainda mais notoriedade a marca.

Este acessório que virou indispensável para as mulheres ganhou um grande espaço nos desfiles e nas coleções das  marcas internacionais .

Clique na galeria de fotos  e veja a seleção feita por  Stéphanie Laskar,  na ordem cronológica de fabricação e com preço.

O desfile Christian Dior Resort 2017

A masion francesa de luxo Christian Dior, apresentou sua coleçao Resort/2017 na Inglaterra em Oxfordshire no Castelo de Blenhein.

Os convidados internacionais tiveram tratamento luxuoso com presentinhos da marca e  o trem Dior express para chegarem no local. O desfile assinado pelos chefes do atelier de couture da maison, Lucie Meier e Serge Ruffieux, tinha um clima urbano, com tecidos nobres, cortes e volumes diferenciados dando uma cara mais jovem a marca, sugerindo um novo luxo!

Vejam as fotos na galeria.