Desfiles de Alta Costura Paris julho/17

Share

Um lindo resumo em imagens dos looks apresentados pelas marcas de luxo na semana da Haute Couture Parisiense, que a cada edição vem mais poderosa, glamourosa e rica. Os vestidos volumosos de tule, veludo e tafetá, bordados ou com boquês de flores aplicados foram o maior sucesso.

Chez Ralph & Russo: o sonho tomou conta da passarela, com lindos vestidos inteiros bordados a mão e plumas, vestidos com saias volumosas bordadas de flores, muito lindo!

Chez Chanel:  muito tailler de tweed com saias bem abaixo do joelho e lindos vestidos, tudo acompanhado de chapéus de aba curta luxuosos.

Chez Dior: muita organza, veludo e tule, vestidos trabalhados com plissados superfemininos, objetos de desejo, com certeza.

Giambattista Valli: Como era de esperar, apresentou uma coleção romântica com os lindos vestidos com várias camadas de tule.

Iris Van Herpen :A modernidade e a tecnologia usada pela estilista surpreendem a cada coleção; os plissados em 3D são fascinantes.

Guo Pei: A estilista chinesa que veste as famílias mais importantes da china, fez um desfile rico com grandes vestidos de baile,  as modelos desfilaram com joias da Chopard.

O estreante Ronald Van der Kemp fez bonito com uma coleção de Haute Couture mais jovem e rock.

Alexis Mabille: Uma coleção de vestidos luxuosos como só ele sabe fazer, apresentação com clima de  drama teatral

Zuhair Murad: Os vestidos mais lindos para grandes festas e tapete vermelho, bordado primoroso de pedras e plumas e volumes interessantes.

Alexandre Vauthier: Sexy baby! Os vestidos de Vauthier são de suspirar de tão sexy, lindos e chiques. Bella Haddid desfilando em um  vestido longo prata decotado e com uma fenda enorme estava deslumbrante.

Viktor & Rolf: o desfile deles tem sempre uma mensagem  interessante, nesta edição modelos com a cabeça de bonecas de pano abriram o desfile que foi lindo.

Maison Margiela: Galliano mostrou mais uma vez com primor sua técnica de fazer roupa conceitual, moderna e atraente, lindo desfile.

Jean Paul Gaultier: Desfile festivo, com todos os amigos do estilista na platéia, e a coleção “a la Gaultier”, com peças preciosas e urbanas.

Elie Saab: Desfilou mais uma vez vestidos deslumbrantes para princesas e rainhas fashion.

Maison Valentino: tudo muito luxuoso, como  sempre, só que neste desfile em especial a expectativa foi maior que o resultado com um genero de religiosas modernas na passarela.

Mais uma vez, Paris provou por que é, sem dúvida, a capital internacional da moda.