CategoriasLifestyle

Expo Alice Springs Paris

Share
A Maison Européeene de la Photographie em Paris apresenta a segunda parte da exposicao da fotografa Alice Springs. Sao portraits em preto e branco e  cores realizados a partir de 1975, misturando celebridades e anonimos. Suas imagens sao sempre diretas e humanas, com uma sensibilidade e naturalidade surpreendentes.
Jane Newton é australiana esposa do fotografo Helmut Newton, que desde os anos 70 decidiu fazer fotos usando o pseudonimo de Alice Springs.
ate 23/08
Maison Européene de la Photographie
5/7 Rue de Fourcy – 75004 Paris

Haute Joaillerie Hermès

Share
Pierre Hardy é diretor criativo da Joalheria Hermès a quatorze anos, e se inspira em imagens que sao assinaturas da maison para criar joias de execao. Considerado  homem dos dedos de ouro pela criatividade e qualidade das peças. As mais novas joias assinadas por ele para a Haute Joaillerie Hermès sao peças unicas que traduzem com perfeicao o espirito de elegancia e tradicao da maison.
O bracelete Niloticus todo em ouro com efeito espelhado, dobradiças e diamantes, o bracelete Galop em ouro rosa e safiras azuis, e o colar corrente de ouro branco e diamantes como se fossem gotas de neve.
Verdadeiros objetos de desejo.

A parisiense Inès de la Fressange realiza seu sonho!

Share

A boutique parisiense da ex-modelo da Chanel Inés de La Fressange abriu as portas em Saint Germain des Prés. Uma loja-conceito que reúne, pela primeira vez, em um só espaço, diferentes produtos desenvolvidos pela marca. Calçados, papelaria, óculos de sol, foulards, e o “pronto para vestir” feminino com peças atemporais em material nobre e algumas em série limitada.

São 200 metros quadrados decorados com balcões e armários antigos com vitrines, muita madeira e ambiente superdescolado e aconchegante. Atrás da boutique, está o ateliê onde são fabricados os protótipos e pedidos especiais.

Sempre naturalmente chique, Inès recebia o público ao lado de sua filha , super simpática e carinhosa. Ela estava muito feliz. Em uma foto no seu Instagram no dia da inauguracao, ela festeja com as pessoas na porta da loja e escreveu: “Dream? No, opening today!” (Sonho? Não, começa hoje!)

A boutique é bacanérrima. Vale muito a pena visitar.

Ines de La Fressange

24, Rue de Grenelle – 75006 – Paris

Le Train Bleu, um clássico

Share

O restaurante preferido de vários parisienses e que é parada obrigatória para aqueles que chegam de férias de trem  na Gare de Lyon, “Le Train Bleu”.

Considerado uma das melhores brasseries de Paris, esse restaurante que foi construído para a Exposição Universal de 1900 se chamava, inicialmente, Le Buffet de la Gare de Lyon e, em 1963, mudaria o nome para Le Train Bleu. Dentro de um prédio classificado patrimônio histórico em 1972, o restaurante tem decoração clássica em dourado e várias pinturas na parede que mostram paisagens famosas da França. Acrescente-se um menu delicioso, com várias especialidades da gastronomia francesa, e ele se torna realmente um endereço mágico, onde você se sente na Paris da Belle Époque.

Clientes famosos como Coco Chanel, Brigitte Bardot, Jean Cocteau, Dali e Jean Gabin sempre jantavam no restaurante.

O cineasta francês Luc Besson imortalizou o lugar no filme Nikita.

Mesmo se você já o conhece, vale a pena, mesmo assim, uma visita após a reforma.

Gare de Lyon, Place Louis Armand, 75012 Paris

O Hotel La Réserve em Paris

Share

A quinta essência do luxo parisiense de hotéis foi inaugurada: o chiquérrimo “La Réserve Hotel Paris“.

Fica do lado da foubourg Saint Honoré e da Avenue Montagine, na Avenue Gabriel, com vista para Le Grand Palais, La tour Eiffel e Panthéon. Um lindo prédio afastado da avenida, no meio de um jardim de árvores antigas que preserva a intimidade dos clientes.

Michel Reybier, proprietário do hotel, conseguiu criar um lugar único em Paris, onde o luxo e a elegância se misturam com o serviço impecável e a discrição do local.

Volumes imensos com muita luminosidade envolvem os vários ambientes com o clima de apartamento particular do século XIX. Belas lareiras em mármore, biblioteca, piscina interior, bares, restaurante – tudo impecável.

O chique parisiense da Belle Époque está representado também na decoração aconchegante, com materiais nobres e luxuosos, cores fortes, veludos nos sofás, nas cortinas – tudo assinado por Jacques Garcia.

Um templo da elegância e do bom gosto para sua próxima viagem a Paris!

La Réserve Hotel Paris
42, Avenue Gabriel, 75008 – Paris

Unknown-1

 

Hotel Ritz Paris

Share

A reinauguracao do Hotel Ritz em Paris que estava prevista para dezembro de 2015 foi adiada para março de 2016.

Os clientes poderao começar suas reservas a partir de 14/03/2016. Algumas  novidades foram anunciadas pela direçao do Hotel para esta nova fase, a equipe ja esta contratada, o Chef patissier Nicolas Perret assina as  sobremesas, e o chef Nicolas Sale   o menu. O  spa Chanel   é a grande novidade.

Com a restauraçao e decoraçao grandiosa, os futuros hospedes do Hotel poderao usufruir com muita elegancia da arte de viver a la française.

 

 

Restaurante Gucci

Share

Depois da Burberry, Ralph Lauren e Armani e a vez da maison italiana Gucci de nos convidar a sua visao da gastronomia, inaugurando seu primeiro restaurante em Shanghai chamado 1921( em referencia ao ano da criaçao da maison) Cafe Gucci.

Fica no quarto andar do centro comercial IAPM de Shanghai e o acesso e feito pela boutique, o design interior é elegante e  contemporaneo com materias nobres, o logo Gucci  esta presente nas toalhas  de mesa e nos menus. A cozinha, o melhor da gastronomia italiana.

Bom apetite!

 

 

A polêmica expo Anish Kapoor em Versailles

Share

O Château de Versailles apresenta a exposição do grande artista Anish Kapoor. Uma exposição que já deu muito o que falar, pois, para instalar uma de suas obras, o artista desfigurou um dos jardins sagrados do Château, uma instalação em forma de cone enorme que, no início, se intitulava “Dirty Corner” e, logo em seguida, devido a toda a polêmica, ele batizou de “Vagin de la Reine” (A vagina da rainha).

Outras instalações que fazem parte da exposição estão espalhadas no jardim, como os dois espelhos curvos, intitulados C-curve e Sky Mirror, uma parede com manchas de sangue, um canhão na sala do Jeu de Paume, berço simbólico da democracia, e um Vortex, onde as águas viajam ao centro do mundo.

A exposição já foi criticada como escandalosa, blasfêmia, iconoclástica, etc., mas as críticas não abalaram Anish que quis deliberadamente provocar o caos nos jardins do Castelo. Sua intenção é que a confusão reine, como ele próprio disse.

Com pretensão de chegar à grandeza do lugar e ir desfigurando-o, a exposição vai, ao mesmo tempo, interrogando sobre a importância que ocupa Versailles no consciente coletivo no século XXI, assim como revelar um pouco do submundo que se esconde na fachada impecável e grandiosa do Château.

Anish Kapoor

Château de Versailles

Até 01 de novembro de 2015