CategoriasModa

News Fashion – 15

Share

Novidades do mundo fashion internacional, tendências e mais tendências!

A nova boutique Chanel em Saint-Tropez

Gucci Lab – o laboratório de criações da marca italiana Gucci

Comme des Garçons desenvolve uma linha para ser vendida online

As novas bolsas Dior de couro fosco, lindas demais

A tendência óculos de sol heroinas de desenhos animados, das marcas de luxo

Gaia na campanha Saint Laurent

Os bolsas de couro trabalhado e cor pastel da Bottega Veneta

Confirmando a tendência terninhos modernos as irmãs top Bela e Gigi Hadid

Tendência óculos em formato de coração

As novas bolsas Goyard Saint Honorė

Os acessórios de inverno/18 Karl Largerfeld

As clássicas bolsas Louis Vuitton no novo monograma Eclípse

Sem esquecer a tendência Dad Shoes os novos tenis femininos

O luxo atemporal das bolsas Hermès,um closed de sonho para as fans da marca

Fashion week parisiense inverno/18

Share

Um pouco do que foi desfilado na fashion week paris inverno /18, várias tendências para vários estilos, escolha o seu!

 

Balenciaga: moderno, inovador e chique, os acessórios objeto de desejo

Chanel: um bosque gigantesco com princesas vestidas de rendas, babados, peles e muitos acessórios ricos

Dior: revolucionário, ativista e feminista, super anos 70, com pegada moderna e tecidos luxuosos

Saint Laurent: espetacular, o mais emocionante de todos, lindos brincos enormes de strass!

Givenchy: rico, chique!

Balmain: rico, poderoso, mas não emocionou de forma alguma. Sentia-se um clima de decepção na plateia.

Chloé: adorável fresch, as bolsas então estavam maravilhosas, unanime!
John Galliano: mesmo sem Galliano na direção artística, o clima dos vestidos hiper femininos do estilista estão mais do que presente. Desfile lindo e jovem
Comme des Garçons: um momento mágico, de bom gosto exagerado, desestruturado e poeticamente apresentado
Isabel Marant: a moderninha de serviço adorada pelas burguesinhas da cidade. Coerência e bom gosto revisitados
Issey Miake: tradicionalmente moderno, com looks tecnologicamente inovados
Lanvin: ninguém entendeu nada da proposta apresentada
McQueen: deslumbrante, lindo, maravilhoso!
Elie Saab: certeza de chegar na festa arrasando, sabendo que será uma das mais bem vestidas do baile
Valentino: vestidos amplos, mangas, lenços na cabeça, tudo muito coberto, nada sensual. O resultado não agradou muito – Ups!
Louis Vuitton: um clima moderno interessante nos volumes das mangas e nas silhuetas dos vestidos, sem paixão

Yamamoto: lindo, moderno, maduro, com a famosa pegada do mestre das formas e volumes

 

Moda de rua durante a fashion week parisiense inverno18

Share

A semana de moda inverno/18 que acabou ontem trouxe muita novidade interessante, e como não poderia faltar o street style esteve super presente tambem nesta edição.

Ao contrário de edições anteriores onde se via muito acessório Gucci na moda de rua durante os desfiles, nesta estação os acessórios da maison Balenciaga foram os mais vistos nos fashionistas parisienses e internacionais, seguidos dos acessorios da maison Dior, Loewe e Valentino.

Na galeria uma seleção de fotos  da Vogue Paris fotografada por Sandra Semburg

Final de semana publico os desfiles pra voces!

A semana da Haute Couture parisiense verão/18

Share

A edição da Haute Couture do verão 2018 em Paris, foi uma semana marcada pela beleza engajada, sutil, exuberante, acompanhada de laços, plumas e cores fortes em combinações insólitas – um grande momento de criatividade. Selecionei algumas imagens de desfiles das marcas que as brasileiras adoram.

VALENTINO – Considerado o mais emocionante dos desfiles desta estação, foi surpreendente e impressionante pela beleza, harmonia das cores em lindos vestidos, capas e mesmo calças (item raríssimo na alta-costura), acessórios com laços e chapéus deslumbrantes, em plumas e penas assinados por Philip Treacy. O clima era de extravagância, meio anos 50. Pierpaolo Piccioli, diretor criativo da marca, foi muito ovacionado ao final do desfile.

 GIVENCHY – Claire Waight Keller, diretora criativa da marca, provou, com esse primeiro desfile de alta-costura, que merece seu lugar entre os grandes de Paris na categoria. Com inspiração em um jardim noturno, ela desfilou lindos vestidos longos, casacos forrados de plumas, e um trabalho primoroso de coloridos em vestidos plissados, tudo muito chique.

CHANEL – Um desfile lindo em um cenário de jardim francês clássico, com fonte e caminhos de areia rodeados de flores, onde mulheres muito elegantes desfilavam seus looks bordados, de tweed, com laços de cetim e acessórios de cabelo floridos e com plumas, tudo para um público ávido de Chanel. Uma brisa de primavera perfumada invadiu a passarela, com vestidos e tailleurs confeccionados com o que há de melhor nos atelliers de costura franceses – tudo assinado por Karl Lagerfeld.

DIOR – O surrealismo e os sonhos de mulheres fortes foram a inspiração de Maria Grazia Chiuri para seu desfile de alta-costura da marca –  como a escritora Leonor Fini. Para completar sua inspiração, o famoso chapeleiro Stephen Jones criou máscaras para compor alguns looks, desfilados em homenagem a Peggy Guggenheim. O resultado ficou lindo, como um jogo de xadrez. Ali, vestidos em organza preto-e-branco, com modelagens precisas e diferenciadas, dando um movimento suave e superelegante aos looks.

GIAMBATTISTA VALLI – O estilista, mais uma vez, confirmou sua paixão por looks harmoniosos, sensuais e românticos, com seu desfile de alta-costura. Vestidos fluidos em cores fortes, decotados, dividiram a passarela com os famosos vestidos de cascata de tule de seda, que, nesta edição, tinham uma cauda bem mais longa, onde foram usados 350 metros de tecido. Fascinante o resultado de toda essa pesquisa e desenvolvimento de um tecido único. Bravo!

ALEXANDRE VAUTHIER – A marca fez um desfile de alta-costura com o que sabe fazer de melhor: tudo bem sexy, com vestidos curtos com laços e volumes em tules, plumas e lindas botas, tudo ultrafeminino. Na plateia, as editoras de moda francesas e internacionais, encantadas com o desfile. Sem dúvida, um grande estilista, e suas coleções ganham novos adeptos a cada coleção. Bella Hadid, sua modelo- fetiche, estava deslumbrante.

 JEAN-PAUL GAUTIER – Os desfiles de alta-costura de Gautier são sempre uma festa. Todos os amigos o prestigiam e o público, sempre eufórico em descobrir as criações do chamado “Enfant Terrible de la Mode”. Nesta edição, ele homenageou o grande Pierre Cardin, com looks coloridíssimos e gráficos, em vestidos, tailleurs com cortes impecáveis, volumes discretos e cores vibrantes. O detalhe das perucas, no clima dos anos 60, ficou bacanérrimo.

AZARRO – Depois de uma longa temporada sem fazer desfiles de alta-costura, a marca francesa, com o seu novo diretor criativo, Maxime Simoens, apresentou um lindo desfile. Maxime apostou no rejuvenescimento da marca, trazendo para a passarela looks com um clima de rock’n roll, muito brilho, vestido curto e um pouco de masculino. A imprensa aprovou seu primeiro desfile.

As vitrines da Hermès no Grand Palais em Paris

Share

A maison francesa Hermès apresenta agora em novembro uma exposição excepcional de suas vitrines legendárias, trabalho de Leïla Menchari responsável pelas vitrines da maison de 1978 a 2013.

Um percuro de oito espaços do universo poético e extraordinário de Leila, com cenografia de Natalie Grinièrre.

Uma expo  de extremo bom gosto e talento, imperdível!

Hermès à tire-d’aile – Les mondes de Leïla Menchari »

De 08 de novembro a 03 de dezembro/17

Grand Palais – Galerie Sud-Est

Avenue Winston-Churchill – 75008 – Paris

 

 

 

News fashion 14

Share

1 – O novo perfume da Tiffany & Co “Signature” lançado em Paris em uma pop-up -store durante o mes de outubro no marais, 21, Rue du Bourg-Tibourg – 75004

2 – Objeto de desejo o Baú Louis Vuitton x Supreme

3 – A loja Chanel criada dentro da Colette Paris

4 –  A segunda colaboração do artista Jeff Koons com a Louis Vuitton

5 – Tendencia absoluta os escapins dourados

6 – A emblemática bolsa Lady Dior criada em 1995 em homenagem a Princesa Diana, ganha versões diferentes criadas por artistas, arquitetos, poeta, pintor e fotógrafo, como John Giorno, Lee Bul, Friedrich Kunath, Spencer Sweeney, Jack Pierson, Namsa Leuba, Jamilla Okubo, Hong Hao, Betty Mariani e David Wiseman. Edição limitada 100 exemplares por artista, peça de coleção.

 

 

Oculos de sol tendência do verão/18

Share

Os oculos de sol viraram uma verdadeira tendência nos desfiles internacionais, a cada colecão as marcas de luxo investem muito neste novo objeto de desejo, símbolo de status acessível e acessório indispensável para compor o look fashion. A variedade de estilo é supreendente, pequenos, redondos, quadrados, retangulares, coloridos, discretos, exagerados, engraçados, enfim tem para todos os gostos.

Selecionei alguns desfilados na ultima fashion week de Milão e  Paris para voces fazerem suas escolhas.